segunda-feira, 22 de junho de 2015

É Possível Existir Vida em Marte a Qual Nós Simplesmente Não Conseguimos Ver? [Artigo]

Apesar de Marte ser um planeta que apresenta condições extremas ao desenvolvimento e à manutenção da vida como a conhecemos, eu me arriscaria a dizer que sim. É possível haver vida em Marte bem diante dos nossos olhos, sem que possamos observá-la.

Vou explicar:
Consegue ver algum tipo de vida na imagem abaixo? Pois saiba que esta fotografia não é de Marte. Este é um dos lugares mais parecidos com Marte aqui na Terra - O hiper árido centro do deserto de Atacama, no Chile.
Hipernovas: É Possível Existir Vida em Marte a Qual Nós Simplesmente Não Conseguimos Ver? [Artigo]


Agora me pergunte se há vida neste deserto. A resposta é sim, há vida aqui, se você souber onde procurá-la. Seja logo abaixo da superfície do solo, debaixo de pedras, em pilares de sal e etc.

A vida aqui não está só longe do alcance de nossos olhos. Ela é quase indetectável em tão baixa concentração. O rover Curiosity, da NASA, pode procurar por décadas e encontrar absolutamente nada, se não souberem aonde direcioná-lo ou não dispuserem dos equipamentos necessários para tal tarefa.

Estaria o rover Curiosity obsoleto? Estaria ele, pelo fato de não dispor de equipamentos mais sensíveis, condenado a não poder encontrar vida, mesmo que ela possa estar bem à frente de suas câmeras?

Bom, para a Agência Espacial Européia, a resposta é sim. Tanto que ela planeja o lançamento de seu rover ExoMars, para voar à Marte em 2018, contando com equipamentos testados e habilitados para encontrar vida em lugares muito parecidos com Marte aqui mesmo na Terra. Tais instrumentos poderiam facilmente "ver" em Marte, coisas para quais o Curiosity é totalmente "cego".
Previsto para ser lançado em 2018 em direção à Marte, o rover ExoMars é a nova esperança da ESA para detectar vida no planeta vermelho.

Um dos motivos que fazem com que pesquisadores descartem vida em Marte é o fato de não haver assinaturas óbvias de atividade orgânica na atmosfera, mas existem muitas formas nas quais a vida possa estar presente sem que haja efeitos notáveis na atmosfera de um planeta. É bom lembrar que vida em baixas concentrações não tem poder para alterar a composição de uma atmosfera como a de Marte.

Marte tem uma pequena quantidade de oxigênio presente em sua atmosfera, embora cientistas acreditem não estar relacionada com atividade orgânica. Se houvesse vida, de fato, produzindo este oxigênio, nós jamais poderíamos determinar que tal oxigênio é proveniente dela. Não se a vida for escassa tal como ela é nos desertos mais secos e remotos da Terra. É sempre bom lembrar que os lugares mais habitáveis de Marte se assemelham, em habitabilidade, aos mais hostis desertos da Terra.
Acima: O deserto de Atacama, no Chile. Abaixo: Uma fotografia da superfície de Marte.