quarta-feira, 24 de junho de 2015

O Que Aconteceria se Um Asteroide do Tamanho de Minas Gerais Atingisse a Terra? [Artigo]

Um asteroide do tamanho de Minas Gerais atingindo a Terra se situaria (com relação ao seu grau destrutivo) entre dois outros grandes eventos cataclísmicos que castigaram nosso planeta há muito tempo atrás.
Hipernovas: O Que Aconteceria se Um Asteroide do Tamanho de Minas Gerais Atingisse a Terra? [Artigo]


O Impacto de Theia com a Terra
Um destes eventos, aconteceu quando um corpo provavelmente do tamanho de Marte, com cerca de 7.000 km de diâmetro, acertou a Terra em cheio cerca de 4,5 bilhões de anos atrás. O impacto foi tão violento, que o corpo, que recebeu o nome de Theia, afundou rumo ao centro do nosso planeta, mas não sem antes ejetar boa parte da Terra ao espaço. Esta massa ejetada da Terra daria origem, depois, à nossa Lua.
Impressão artística do impacto de Theia com a Terra.
Abaixo, duas representações hipotéticas de como Theia teria perigosamente se aproximado da Terra, dando origem à colisão que formou a Lua:



O episódio aconteceu cerca de 20 a 100 milhões de anos depois que o Sistema Solar se formou. É difícil dizer exatamente, quanto tempo a Terra levou para se recuperar dos efeitos do impacto, por que há, obviamente, poucas evidências do evento, mas é certo que todo o planeta virou um oceano de rocha derretida, circundado por um anel de detritos bem parecido com o que circunda Saturno atualmente. O anel daria forma à nossa Lua e a Terra permaneceria em brasa, ainda por muitos milhões de anos.
Impressão artística da superfície da Terra ainda derretida, com a recém-formada Lua mostrada acima. Note que a Lua parece extremamente grande. Isto por que a Lua se originou dos destroços ejetados da Terra e de Theia. Por esta razão, a nova lua orbitava muito mais próximo à Terra.


O asteroide que extinguiu os dinossauros
O outro evento foi o famoso impacto que varreu os dinossauros e mais 70% de todas as formas de vida da superfície de nosso planeta. Neste caso, o pedaço de rocha e ferro espacial que atingiu a Terra tinha 10 km de diâmetro. É provável que a Terra tenha permanecido inabitável por vários anos, podendo ter chegado a uma década.


O apocalipse
O que dizer então de um corpo do tamanho do estado de Minas Gerais? Bom, tal asteroide mediria cerca de 1.000 km de ponta à ponta, sendo portanto cem vezes maior que o asteroide que exterminou os dinossauros.

Catástrofe de tal magnitude certamente levaria à extinção 99,9% da vida existente hoje. A civilização humana certamente encontraria o seu fim. Nenhum humano, por mais protegido que estivesse seria capaz de sobreviver a tal evento. Poeira e detritos seriam lançados ao espaço, formando nuvens espessas que impediriam que a luz do Sol atingisse a superfície. Sem iluminação solar para aquecer a Terra, as temperaturas rapidamente cairiam e ela mergulharia em um inverno de impacto que duraria décadas, senão séculos.

Poderia levar milênios até que as condições por aqui permitissem que os únicos seres sobreviventes à catástrofe (organismos unicelulares) pudessem evoluir. Tal evolução poderia levar outros 3,5 bilhões de anos até chegar aos níveis de hoje, mas a parte pessimista desta perspectiva é que dentro de um bilhão de anos, nossa tão amada Terra não oferecerá mais condições de habitabilidade. Nosso Sol ficará mais quente, exibindo os primeiros sintomas que o levarão à morte.


A morte do Sol

Daqui há um bilhão de anos, os oceanos da Terra começarão a evaporar, depois disso, será só questão de tempo até o Sol inchar cada vez mais, chegando engolir Mercúrio e depois Vênus. Ainda há forte debate sobre se o Sol crescerá a ponto de engolir a Terra, mas mesmo que isso não aconteça, dentro de alguns bilhões de anos, a Terra não passará de um corpo desértico, totalmente desprovido de água e de vida, orbitando uma estrela morta, que lentamente esfriará, até terminar sua vida como uma estrela anã-negra.

Portanto, não espere que depois de uma colisão desta magnitude, que leve à nossa extinção, surja outra civilização igual a nossa. Se formos atingidos por um corpo suficientemente grande, será o fim da inteligência, até onde sabemos, em todo o Universo.