terça-feira, 16 de junho de 2015

Se o Sol Orbita a Via-Láctea a Uma Velocidade Absurda, Por Que Então as Constelações Aparentam Não Ter Mudado Desde Seus Primeiros Registros Há 3.500 Anos? [Artigo + Vídeo]

Em termos astronômicos, o período que compreende o início da escrita, há cerca de 5 mil anos até os dias de hoje é menos que um piscar de olhos. Em adição, se passaram apenas 3,5 mil anos desde que as primeiras constelações foram documentadas.
Hipernovas: Se o Sol Orbita a Via-Láctea a Uma Velocidade Absurda, Por Que Então as Constelações Aparentam Não Ter Mudado Desde Seus Primeiros Registros Há 3.500 Anos? [Artigo + Vídeo]


Considere que nosso Sol leva de 225 a 250 milhões de anos para concluir uma simples órbita em torno da nossa galáxia (o vídeo abaixo representa muito bem este movimento). Considere também que quase todas as estrelas seguem órbitas muito semelhantes ao nosso Sol. A estrela com maior diferença de órbita em relação ao nosso Sol é a estrela de Barnard e mesmo ela leva cerca de 350 anos para mover-se apenas um grau em relação ao nosso ponto de vista. No entanto, a maioria das estrelas leva 3,5 mil anos para realizar este mesmo movimento.


A galáxia é incrivelmente grande. O Sol a orbita a uma velocidade de 251 metros por segundo, carregando com ele todos os planetas, cometas, gás e poeira presentes no nosso Sistema Solar, mas esta velocidade não é muito comparada à imensidão da Via-Láctea. Como já dito, leva cerca de 250 milhões de anos para que o Sol a orbite apenas uma única vez.

O homem começou a documentar fatos através da escrita à partir de 5 mil anos. Dividindo 5 mil por 250 milhões, chegamos à conclusão de que toda a história humana de 5 mil anos até os dias de hoje corresponde a apenas 0,002% de uma órbita solar em torno da Via-Láctea!

Comparando a órbita do Sol em torno da Via-Láctea com o movimento dos ponteiros em um relógio analógico, seria algo como olhar para o relógio marcando exatamente 12:00 e depois de apenas 1,2 milissegundos olhar novamente para este mesmo relógio e se perguntar porque nenhum ponteiro se moveu.