segunda-feira, 6 de julho de 2015

Equipe da New Horizons Planeja Retomar Operações Normais Para a Sonda Nesta Terça Dia 7 [Artigo]

A missão New Horizons da NASA, retomará suas operações rotineiras nesta terça feira dia 7 (conforme planos dos cientistas da NASA), após anomalia sofrida no dia 4 deste mês. A retomada de operações dará continuidade à jornada da sonda rumo ao misterioso Plutão. O encontro histórico ocorrerá no dia 14 deste mês.
Hipernovas: Equipe da New Horizons Planeja Retomar Operações Normais Para a Sonda Nesta Terça Dia 7 [Artigo]


A investigação da anomalia, que fez com que a espaçonave entrasse em modo de segurança no dia 4 deste mês, concluiu que não houve nenhuma falha de software ou de hardware à bordo da sonda. A investigação também concluiu que a anomalia foi causada por uma falha na sequência de comandos enviadas com o objetivo de orientar a espaçonave para o rasante que executará no planeta anão. Felizmente, não há mais operações similares previstas para serem executadas até o encontro final com Plutão.

"Estou muito satisfeito por nossa equipe ter rapidamente identificado e corrigido o problema, assegurando assim a saúde da espaçonave", disse Jim Green, diretor de ciências planetárias da NASA. "Agora, com Plutão às nossas vistas, estamos na iminência de retomar nossas operações normais", concluiu.

Os preparativos estão em curso com o objetivo de retomar as operações científicas planejadas para o dia 7 de julho e realizar toda a sequência de voo rasante originalmente planejada. A equipe da missão concluiu que as observações científicas perdidas durante a anomalia não afetarão nenhum dos objetivos primários da missão e terão efeitos mínimos sobre objetivos menores. "Em termos científicos, esta anomalia não será capaz de mudar a nota da missão de um 10 nem mesmo para um 9,5", disse Alan Stern, diretor investigador do Southwest Research Institute em Boulder.

Adicionando dificuldade à resolução da anomalia, há a extrema distância à qual a New Horizons se encontra da Terra. São quase 5 bilhões de quilômetros de distância, onde sinais de rádio, mesmo viajando à velocidade da luz (300.000 km/s), demoram 4,5 horas para chegar até a sonda. Isto significa que mandar um comando à espaçonave e esperar pela sua resposta demora um total de 9 angustiantes horas.

O site da missão informa que colocará novas informações à respeito da sonda online, tão logo estejam disponíveis.

Referência: http://pluto.jhuapl.edu/News-Center/News-Article.php?page=20150705