quinta-feira, 23 de julho de 2015

Planeta Alienígena Mais Parecido Com a Terra é Descoberto Pelo Telescópio Espacial Kepler [Artigo]

Nós vivemos em uma grande galáxia, cheia de planetas alienígenas espalhados por aí. Só o Telescópio Espacial Kepler já descobriu mais de 4.170 candidatos à planetas e hoje acaba de adicionar mais 521 à sua lista, incluindo um muito parecido com a Terra. Um mundo que pode ser um "preview" de como será nosso próprio planeta daqui a um bilhão e meio de anos, visto que o sistema descoberto tem 6 bilhões de anos, comparados aos 4,5 bilhões de anos do Sistema Solar.
Hipernovas: Planeta Alienígena Mais Parecido Com a Terra é Descoberto Pelo Telescópio Espacial Kepler [Artigo]


Destes 521 novos candidatos, 12 são quase duas vezes maiores que a Terra e 9 orbitam a sua estrela a distâncias que permitam que água líquida possa existir em suas superfícies.

No entanto, dentre todas estas descobertas, a sensação da lista é sem dúvida, Kepler 452b, que já foi confirmado como o planeta mais parecido com a Terra já descoberto.
Três sistemas solares com suas respectivas zonas habitáveis são mostrados nesta ilustração, São eles, de cima para baixo: Sistema Kepler-186; Sistema Kepler-452 e nosso Sistema Solar.

Localizado a 1.400 anos-luz de distância, na direção da constelação do Cisne. Kepler-452b é 60% maior que a Terra e orbita uma estrela similar ao nosso Sol. A estrela Kepler-452 é 10% maior e 20% mais brilhante que o Sol, mas em compensação, o planeta Kepler-452b a orbita a uma distância 5% maior que a da Terra, ao orbitar o Sol.

Estes 5% de afastamento de Kepler-452, fazem com que os anos do planeta recém descoberto durem 385 dias, contra anos de 365 dias, com os quais estamos acostumados aqui na Terra.
Ilustração comparando os tamanhos da Terra de do Sol, à esquerda e de Kepler-452b (planeta) e Kepler-452 (estrela) à direita.

Observações mais detalhadas estão sendo feitas em terra com o objetivo de se determinar as propriedades de Kepler-452b. Estas observações adicionais são importantes para confirmar a natureza do novo planeta, para refinar seu tamanho, órbita, composição e brilho de sua estrela mãe.
Ilustração mostrando a localização da órbita de Kepler-452b comparada à órbita da Terra. Nota-se que os dois planeta estão dentro das zonas habitáveis de suas respectivas estrelas.

Se for confirmado que Kepler-452b é um planeta rochoso como a Terra, então nada impede que exiba vastos oceanos, continentes e possivelmente vida habitando seus domínios aquáticos e terrestres.

Dados e imagens obtidos e creditados a: http://www.nasa.gov/press-release/nasa-kepler-mission-discovers-bigger-older-cousin-to-earth