domingo, 5 de julho de 2015

Poderíamos Destruir ou Desviar Um Asteroide Capaz de Causar Uma Extinção Global Vindo de Encontro à Terra? [Artigo]

Infelizmente não. Nós nada poderíamos fazer nem no presente, nem em um futuro próximo. Quaisquer estratégias para livrar a Terra de tal acontecimento ainda estão bem longe de se tornarem realidade. Teoricamente, quanto ao asteroide, poderíamos lançar mão de duas opções para tentar salvar nossa espécie da extinção certa:
Hipernovas: Poderíamos Destruir ou Desviar Um Asteroide Capaz de Causar Uma Extinção Global Vindo de Encontro à Terra? [Artigo]


Destruir ou desviar o asteroide:

Cientistas estimam que o asteroide que causou a extinção dos dinossauros, e de mais 70% de todos os seres viventes da Terra, há 65 milhões de anos atrás, tinha entre 5 e 19 km de extensão. Destruir um objeto com estas dimensões requer uma incrível quantidade de energia. Atualmente não temos nem tal quantidade de energia disponível, nem tampouco como fazê-la explodir no espaço, em um asteroide vindo ao nosso encontro.

A alternativa mais plausível seria tentar desviar o asteroide. Uma pequena alteração em sua rota quando este ainda estivesse bem distante de nós poderia resultar em um grande desvio quando este passasse por nós. Infelizmente, nossos telescópios só conseguem detectar asteroides relativamente próximos da Terra, o que inviabilizaria esta opção. Há projetos que pretendem colocar este plano em prática, mas todos em fases bem iniciais.
Neste método de deflexão proposto, uma grande sonda-espelho concentra luz solar na superfície congelada de um asteroide em rota de colisão com a Terra. Os jatos produzidos pela evaporação do gelo na superfície do asteroide o empurram para o lado oposto, alterando a rota do corpo.

Suponhamos que um asteroide fosse detectado em curso de colisão com a Terra. Dado que não temos meios nem de destruí-lo, nem de desviá-lo, só nos resta tentar preservar o máximo de pessoas desta terrível catástrofe, para que, quando a Terra se tornasse novamente habitável, tais sobreviventes pudessem repopulá-la, mas como fazer isso?

A opções disponíveis, são:

1) Poderíamos tentar estocar o máximo de comida, água e suprimentos destinados a poucos humanos selecionados para escapar à extinção da humanidade na Estação Espacial Internacional (ISS). O problema é que, para um asteroide grande o suficiente para esterilizar a Terra, as condições de inabitabilidade na superfície perdurariam por até centenas de anos e suprimentos à bordo da ISS só durariam por poucos meses e é fato que, a ISS não é nem remotamente capaz de se auto sustentar através da produção de alimentos, água ou mesmo oxigênio.
Estação Espacial Internacional (ISS).

Tripulantes à bordo da estação espacial veriam seus estoques de água, comida e ar simplesmente se esgotarem e o máximo que conseguiriam seria morrer alguns meses depois de todo o resto da humanidade.

2) Construir um abrigo subterrâneo, preferencialmente do lado oposto de onde se esperasse o impacto, com eletricidade gerada por reatores nucleares, áreas destinada ao cultivo de vegetais, massivo estoque de água e de sementes, estoque de medicamentos, cuidar para que o nosso progresso tecnológico pudesse ser mantido ou mesmo ampliado e tudo isto isolado da superfície condenada por grossas paredes de concreto poderia funcionar.

Se estas ações pudessem ser coordenadas e postas em pratica em tempo suficiente, talvez nossos descendentes pudessem, daqui a centenas de anos, subir à superfície e começar tudo de novo.

Referência: http://www.quora.com/If-we-detected-a-planet-killing-asteroid-is-there-anything-we-could-do-about-it-at-the-present-time