sábado, 15 de agosto de 2015

E se Quiséssemos Parar a Lua Para Que Ela Caísse na Terra? [Artigo]

A massa da Lua é de aproximadamente 7.3x10^22 quilogramas e sua velocidade orbital em torno da Terra é muito próxima a 1 km por segundo, então, o momentum (inglês) da Lua é 7.3x10^22 quilogramas/metros por segundo. Esta mesma quantidade de força teria de ser aplicada na direção oposta do movimento orbital da lua em torno da Terra.
Hipernovas: E se Quiséssemos Parar a Lua Para Que Ela Caísse na Terra? [Artigo]


Digamos que queiramos exercer força na Lua para pará-la em 730 segundos. Isto significa que teríamos que exercer uma propulsão retrógrada na Lua de 10^22 quilogramas.

O foguete mais potente já construído pela humanidade e usado em série foi o Saturno V, o qual tinha poder de levantar 3.5 milhões de quilogramas. Para se obter a quantidade de Saturnos V necessários para zerar o momentum Lua, teremos de dividir 10^22 por 3.5^6.

Chegamos então à conclusão, de que seriam necessários "apenas" 5,439,910,241,481,015,296 de primeiros estágios de Saturnos V para gerar a propulsão necessária. Seriam mais de cinco quintilhões de primeiros estágios de Saturnos V!

Mas há um probleminha: Saturnos V só funcionam durante 168 segundos, quando então param de gerar propulsão. Teríamos então de substituir os que fossem esvaziando por outros devidamente carregados até que o tempo de 730 segundos fosse alcançado. Isto significa que teríamos de trocar todos os 5,439,910,241,481,015,296 Saturnos V por outros novinhos 4.3 vezes!

Cada Saturno V tinha cerca de 10 metros de diâmetro e eles teriam de estar alinhados com o centro de massa lunar. Porém, certamente não haveria espaço para tantos foguetes em um único lado da Lua. De fato, é provável que não haja espaço suficiente para tantos foguetes, nem mesmo em toda a superfície lunar.

Disto isto, fica fácil notar que tentar parar a revolução da Lua em torno da Terra usando a tecnologia que temos disponível atualmente é completamente impossível. Para fazê-lo teríamos de dominar tecnologias vastamente mais poderosas ou usar aceleração retrógrada contínua gerada por equipamentos menores, usando alguma forma de propulsão ainda a ser desenvolvida (EmDrive?)(inglês) durante uma quantidade de tempo inimaginavelmente longa.

Referência: http://www.quora.com/Since-the-moon-is-a-natural-satellite-is-it-possible-to-negate-the-orbital-velocity-of-the-moon-with-powerful-rockets-and-make-the-moon-fall-back-to-earth-If-it-is-feasible-what-would-be-the-consequences